Marque já a sua consulta (21) 3268-3492 (21) 99056-8583 Marque sua consulta

Uso excessivo de smartphones pode causar problemas ortopédicos


dores
Má postura e movimentos repetitivos são as principais causas
Redes sociais, entretenimento, notícias e trabalho. Diversas são as formas de interação com os smartphones, cada vez mais similares aos computadores convencionais. Dessa forma, estar conectado 24 horas por dia é uma realidade para grande parte das pessoas. No entanto, o hábito pode trazer impacto negativo à saúde, em especial, à ortopédica.

Entendendo o problema

De acordo com o dr. Breno Pigozzo, ortopedista da Medcenter, o uso excessivo do smartphone pode provocar lesões. “A má postura, por exemplo, pode causar processos inflamatórios que geram dor intensa e crônica, como a cervicobraquialgia, que se estende do pescoço até as mãos. Movimentos manuais repetitivos, por outro lado, ainda que sejam sutis, podem ocasionar lesões em tendões e articulações, gerando incômodo até nos cotovelos, como no caso da tendinite.”
“O excesso de uso do aparelho, a longo prazo, pode provocar problemas degenerativos na região cervical, com dor crônica local e/ou irradiada para os membros superiores. Uma das principais condições associadas é a nevralgia occipital, que faz com que o paciente tenha dor intensa na região dos olhos e sensibilidade excessiva no couro cabeludo”, explica.

Como prevenir?

Para diminuir o impacto causado pelo uso excessivo de smartphones, uma alternativa eficaz é posicioná-los a uma altura adequada à postura ereta. Em outras palavras, é preciso criar o hábito de utilizar os aparelhos sem que a cabeça penda para baixo ou os ombros fiquem caídos.
Outra forma de se proteger é intercalar o uso do telefone com alongamentos a cada hora. Em crianças, o ideal é limitar o tempo de uso a meia hora por dia.