Marque já a sua consulta (21) 99056-8583 Marque sua consulta

Como identificar transtornos mentais em crianças durante a pandemia


criança confusa
Isolamento social pode proporcionar gatilhos que afetam o comportamento dos pequenos
Como a pandemia continua a restringir a rotina das pessoas, profissionais de pediatria têm observado com cada vez mais frequência o diagnóstico de Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) em crianças durante o período.
O ensino a distância tornou mais difícil para elas se manterem no caminho certo e atender às expectativas comportamentais. Além disso, alguns dos gatilhos mais frequentes são o tédio e o estresse causados pelo isolamento social. Portanto, é importante que os pais entendam como agir.
O que é o TDAH?

Segundo a dra. Carla Valente, pediatra da Medcenter, TDAH é um dos transtornos do neurodesenvolvimento mais comuns entre crianças. “Geralmente, é diagnosticado pela primeira vez na infância e costuma durar até a idade adulta. Crianças com TDAH podem ter problemas para manter a atenção e controlar comportamentos impulsivos (podem agir sem pensar em qual será o resultado) ou ser excessivamente ativas”, explica.
Como identificar?

É normal que as crianças tenham problemas para se concentrar e se comportar uma vez ou outra. No entanto, as crianças com TDAH não crescem apenas com esses comportamentos. Os sintomas continuam epodem ser graves e causar dificuldades na escola, em casa ou com amigos.
Uma criança com TDAH pode:
  • “Sonhar acordada” durante muito tempo;
  • Esquecer ou perder muito as coisas;
  • Contorcer-se ou inquietar-se;
  • Falar muito;
  • Cometer erros por desatenção ou correr riscos desnecessários;
  • Ter dificuldade em resistir à tentação;
  • Ter dificuldade em se revezar;
  • Ter dificuldade em se relacionar com os outros.
Quais são os tratamentos possíveis?

Na maioria dos casos, o TDAH é mais bem tratado com uma combinação de terapia comportamental e medicação. Para as crianças em idade pré-escolar (4-5 anos) com TDAH a terapia comportamental, especialmente o treinamento para os pais, é recomendada como a primeira linha de tratamento antes de tentar a medicação. O que funciona melhor pode depender da criança e da família. Bons planos de tratamento incluirão monitoramento próximo, acompanhamento e realização de mudanças, se necessário, ao longo da terapêutica.

Como lidar com os sintomas?

Ser saudável é importante para todas as crianças e pode ser especialmente relevante para aquelas com TDAH. Além da terapia comportamental e da medicação, ter um estilo de vida saudável pode tornar mais fácil para seu pequeno lidar com os sintomas do TDAH. Aqui estão alguns comportamentos positivos que podem ajudar:
  • Desenvolver hábitos alimentares sadios, como comer muitas frutas, vegetais e grãos inteiros e escolher fontes de proteína magra;
  • Participar de atividades físicas diárias com base na idade;
  • Limitar a quantidade de tempo gasto por dia diante da tela da TV, de computadores, telefones e outros eletrônicos;
  • Ter a quantidade recomendada de sono todas as noites com base na idade.

CNPJ: 28.782.745/0001-79 :: Medcenter LTDA
Copyright © 2018-2019 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvimento: